domingo, 24 de julho de 2011

27

Hoje é inevitável não falar de morte. A nova perda no cenário musical - Amy Winehouse - me traz reflexões sobre o quão espetacular um artista pode se tornar! Para muitos A.W. assumiu papel de grande importância agora em sua morte. Mas sua voz marcante, seu estilo exagerado e sua vida desregrada já repercutem há bastante tempo! 
Não sou um defensor do desequilíbrio de A.W., mas a única que pessoa capaz de embasar tanto descontrole em uma vida se foi, e junto levou toda sua arte e sua insanidade. Não escrevo como crítica, ao contrário, escrevo pensando na cantora mais peculiar que pude escutar! Às vezes quando estamos fora é fácil enxergar saídas, tratamentos e novos caminhos. Infelizmente, só quem vive sabe os fantasmas de sua casa sabe quão assombrosos eles são! 
Amy, não teve medo de ser! Muito menos negou sua história! Mas o fato é que haviam outras possibilidades, e ela não optou por estas.... Ela pode não ser o maior exemplo de conduta de vida, mas com certeza sua arte e sua glória permanecerão! 
Que as novas gerações de artistas tenham coragem! Inovem, Sejam originais! 

Uma Diva diz adeus! No entanto, inúmeras outras se aproximam do estrelato! 

Com A.W. aprendi o que é estilo!

Um comentário:

Marconi disse...

É muito triste ela ter partido tão cedo, sendo que ela tinha ainda tanto pra dar. Agora é só curtir os dois albuns dela.